5 Casos de Uso: confira os benefícios do Ativo-Ativo da Redis

3 jul 2020 | Ativo-Ativo, Baixa Latência, Desempenho, Redis Enterprise

Para início de conversa, para aplicativos de distribuição geográfica, a arquitetura de banco de dados ativo-ativo está se tornando rapidamente um item obrigatório. Assim, por baixo dessa técnica de replicação superior, oferecida pela Redis Enterprise 5.0, todas as instâncias estão disponíveis para operações de leitura e gravação, fornecendo disponibilidade, performance e utilização de recursos, de forma nunca antes vista.
Como resultado, a resolução de conflitos internos, através de sua arquitetura baseada em CRDT, simplifica de modo significativo o desenvolvimento de aplicativos, obtendo latências e alto desempenho em conjuntos de dados distribuídos.
Por certo, sendo o único banco de dados NoSQL do mercado a alavancar a arquitetura ativo-ativo baseada em CRDT, a Redis Enterprise oferece impacto inovador para casos de uso em comércio eletrônico, IoT, medição, personalização, detecção de fraude e muito mais. Então, a alta disponibilidade, resiliência para cenários de falha e rastreamento de eventos simultâneos e distribuídos geograficamente são fundamentais.

O que é CRDT?

Em primeiro lugar, CRDTs são tipos de dados replicados sem conflito. Em segundo lugar, fornecem forte consistência eventual através da da resolução inteligente de conflitos embutidos. De acordo com a Wikipedia, tipos de dados replicados sem conflito (CRDT) são “estruturas de dados que podem ser replicadas em vários computadores em uma rede, onde as réplicas podem ser atualizadas de forma independente e simultânea, sem coordenação entre as réplicas e onde é sempre matematicamente possível resolver inconsistências que possam surgir.” (Wikipedia, a enciclopédia livre: Conflict-free replicated data type).

E como Redis Enterprise Ativo-Ativo funciona?

Assim como na arquitetura ativo-ativo, todas as instâncias do banco de dados estão disponíveis para operações de leitura e gravação, sendo replicadas de modo bidirecional. Com efeito, oferece latência local, independente do número de regiões geo-replicadas e da distância uma da outra.
Dessa forma, permite a resolução perfeita de conflitos para dados simples e complexos. Mesmo que a maioria das regiões replicadas geograficamente esteja inativa, o restante é ininterrupto e podem continuar manipulando essas operações.
Além disso, para aplicativos distribuídos globalmente, os bancos de dados ativo-ativo fornecem níveis incomparáveis de disponibilidade, desempenho, consistência e utilização de recursos (sem servidores passivos ou subutilizados), para um retorno máximo do investimento. Só para ilustrar, a figura abaixo contrasta a replicação ativo-ativo com outras técnicas comuns de replicação:
Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo
Redis Enterprise 5.0 suporta três técnicas de replicação

5 Casos de Uso que destacam os benefícios do ativo-ativo da Redis Enterprise

Enfim, confira 5 casos de uso que mostram como o ativo-ativo da Redis Enterprise pode diferenciá-lo concorrência, garantindo que sua empresa saia na frente o atual cenário de alta velocidade:
Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo Migração de Sessões de Usuários

1. Migração de sessões de usuário entre datacenters

Primeiramente, para alcançar a melhor experiência do usuário, há momentos em que é preciso mudá-los para outros data centers, obtendo latências mais baixas ao estabelecer conexão com o mais próximo. Entretanto, a transferência entre data centers é uma solicitação desafiadora, caso os usuários estejam no meio da sessão. Mas, com Redis Enterprise ativo-ativo, tudo é resolvido com as sessões preservadas durante a transição e ambos os bancos convergem automaticamente para o mesmo estado.

Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo Tratamento de falhas

2. Tratamento de falhas de nó sem perda de dados

Assim como nas migrações de sessão do usuário, o tratamento de falhas do nó é contínuo com Redis Enterprise ativo-ativo; desse modo, seus usuários, juntamente com os dados da sessão atual, são automaticamente roteados para o servidor mais próximo. Então, quando o servidor original volta, a conectividade é retomada automaticamente para que volte a fornecer latências locais. Além disso, todos os dados são consolidados imediatamente, sem perdas, entre os dois servidores.

Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo Consolidação de Dados

3. Consolidação imediata de dados

Da mesma forma que em muitos ambientes, especialmente aqueles que empregam microsserviços, os aplicativos têm suas próprias instâncias de banco de dados separadas. No entanto, essas instâncias compartilham conjuntos de dados comuns (como dados do usuário), que devem permanecer consistentes. Com o Redis Enterprise ativo-ativo, os dados são resolvidos e consolidados imediatamente entre as várias instâncias, a fim de garantir que todos os serviços estejam operando com dados em tempo real.

Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo Distribuição de Carga

4. Distribuição de carga

Inegavelmente, a capacidade de distribuir a carga entre vários servidores é fundamental, já que acomoda altos volumes de operações de fluxo de tráfego e dados. Assim, com o Redis Enterprise ativo-ativo, todas as instâncias de banco de dados estão disponíveis para operações de leitura e gravação, otimizando o uso de recursos, maximizando a produtividade e minimizando o tempo de resposta.

Imagem Redis Enterprise Ativo-Ativo Distribuição Geográfica

5. Funcionalidade de aplicativo distribuído geograficamente

A princípio, é comum que a funcionalidade do aplicativo seja distribuída geograficamente. Por exemplo, os aplicativos de mídias sociais têm contadores distribuídos globalmente para rastrear compromissos, curtidas e compartilhamentos. Assim como esses aplicativos, os que fornecem painéis de lances ou classificações de jogos também devem consolidar eventos que ocorrem simultaneamente em várias regiões e data centers. Sem dúvida, os usuários precisam saber instantaneamente quem está na liderança.

Portanto, como ilustrado nesses casos, Redis Enterprise ativo-ativo é uma escolha acertada pela capacidade de resolver e consolidar dados imediatamente entre os vários bancos de dados. Ademais, uma alternativa que garante consistência nesses cenários é empregar um banco de dados central, mas ter apenas um banco de dados aceitando gravações resulta em problemas de alta disponibilidade e latência.
Com toda a certeza, Redis Enterprise ativo-ativo suporta a capacidade de resposta, escalabilidade e distribuição geográfica exigida pelos aplicativos modernos, enquanto mantém o alto desempenho e a simplicidade.
Contudo, não pare por aí: continue aprendendo mais e baixe agora mesmo o ebook 5 CASOS de USO que mostram por que você precisa do Ativo / Ativo da Redis Enterprise e boa leitura!

Continue lendo!

Baixe o conteúdo completo e siga ampliando seus conhecimentos.
É gratuito, aproveite!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This