O Maior e Mais Completo Guia de Kafka já produzido

Afinal, Kafka lida com dados em tempo real e processamento de fluxo em escala

Antes de mais nada, é um momento emocionante para o Apache Kafka. Afinal, é um dos projetos de código aberto de mais rápido crescimento e que gerou um imenso ecossistema ao seu redor. Além disso, é o cerne de um movimento rumo ao gerenciamento e processamento de dados.
Por isso, um guia de Kafka completo, que você poderá baixar ao final do artigo, é a melhor maneira de aprender sobre a tecnologia.

Mas, do que se trata esse Kafka?

Antes de tudo, Kafka é como uma plataforma de streaming. Ou seja, um sistema que permite publicar e assinar, armazenar e processar fluxos de dados. Portanto, é para isso que o Apache Kafka foi criado.
No entanto, essa ideia sobre os dados talvez seja um pouco diferente do que você está acostumado. Mas, acaba sendo uma abstração poderosa para construir aplicações e arquiteturas. Por isso, Kafka é sempre comparado a algumas das tecnologias existentes. Por exemplo, sistemas de mensagens corporativas, de big data como Hadoop e integração de dados ou ferramentas ETL. Enfim, cada uma dessas comparações tem alguma validade, mas também fica um pouco aquém.

Como Kafka se compara aos sistemas que você já conhece e usa?

A princípio, Kafka é similar a produtos como ActiveMQ, RabbitMQ, MQSeries da IBM e outros produtos. Em resumo, é como um sistema de mensagens, pois permite publicar e assinar fluxos de mensagens. Porém, mesmo com essas semelhanças, Kafka tem diferenças essenciais em relação aos sistemas de mensagens tradicionais.

Kafka é um sistema distribuído moderno

Em primeiro lugar, Kafka funciona como um sistema distribuído moderno. Nesse sentido, executa como um cluster e pode ser escalado para lidar com todas as aplicações, mesmo nas maiores empresas. Só que, em vez de executar dezenas de brokers individuais, permite que você tenha uma plataforma central. Logo depois, ainda pode escalar de forma elástica, para lidar com todos os fluxos de dados em uma empresa.

É também um verdadeiro sistema de armazenamento

Em segundo lugar, Kafka é um verdadeiro sistema de armazenamento, construído para manter dados pelo tempo que você quiser. Por isso, tem grandes vantagens em usá-lo como uma camada de conexão, pois fornece garantias reais de entrega. Dessa maneira, seus dados são replicados, persistentes e podem ser mantidos por quanto tempo precisar.

E ainda calcula fluxos e conjuntos de dados de forma dinâmica

Finalmente, o mundo do processamento de fluxo aumenta o nível de muito abstração. Visto que a maioria dos sistemas apenas distribui mensagens. Portanto, os recursos do Kafka permitem que você calcule fluxos derivados e conjuntos de dados de forma dinâmica, com muito menos código.

Um guia de Kafka completo para dominá-lo de uma vez por todas

Seja como for, através do e-book no final do artigo, você aprenderá a colocar o Kafka em funcionamento. Além disso, também verá a escolha do hardware certo para seus brokers e aprenderá a configurar um ambiente de produção. Em seguida, a partir do momento que você tiver um cluster Kafka, verá fundamentos das aplicações de clientes Kafka. Aliás, veja também como criar clientes para produzir mensagens para Kafka, além de como consumi-las.
Acima de tudo, você precisa construir um sistema confiável completo. Ao mesmo tempo, que inclua sua arquitetura de aplicação, a forma como usa as APIs de produtor e consumidor, configuração de produtor e consumidor, tópico e broker.
Porém, tornar o sistema mais confiável implica em compensações na complexidade da aplicação, desempenho, disponibilidade ou uso de espaço em disco. Por isso, você poderá entender todas as opções, padrões comuns e requisitos para seu caso de uso. Assim, você tomará decisões baseadas na confiabilidade de sua aplicação e implantação do Kafka, além de quais compensações fazem sentido para você.

Por fim, tem muito mais no ebook completo e gratuito “O Maior e Mais Completo Guia de Kafka já produzido”. Aproveite para baixar e ler sempre que quiser ou consultar sempre que precisar.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This